quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Tem coisas que só a Telefônica faz pra você

Para ter o speedy eu preciso ter uma linha de telefone fixa, e para cumprir essa obrigação eu tenho a linha residencial "controle 270" da Telefônica. Em tese eu tenho 270 minutos de ligações fixo-fixo.

Porém na conta desse mês (09/2007) há o registro de 283 minutos. No dia 03/10 entrei em contato com a Telefônica para solicitar o detalhamento das chamadas locais, foi aberto o protocolo 167066254 e solicitado que eu aguardasse 7 dias que eu receberia em casa.

No dia 09/10 chegou um "Extrato de serviços de telecomunicações", documento que seria o detalhamento de chamadas locais que eu solicitei, mas que não detalhava nada. Era uma 2º via, sem código de barras.

Então entrei mais uma vez em contato com a Telefônica e explique com toda a paciência do mundo que eu queria a descrição das chamadas locais, da mesma maneira como aparecem as chamadas interurbanas ou o extrato do celular. E foi aberto outro protocolo 168383208 e prazo de mais 7 dias. Nessa mesma ligação eu perguntei a atendente como eu poderia ter um linha de 270 minutos e na conta a descrição de 283 minutos. Sendo que nesse momento eu tinha a conta normal (1ª via) e o "suposto" extrato detalhado, ou seja, dois documentos que apontavam para 283 minutos. A atendente disse que era uma falha de impressão, eu imediatamente deixei claro que não poderia ser, mas nem fiquei argumentando muito porque ela não ia (ou não queria) entender mesmo.

Ontem 16/10 finalmente (e corretamente) chegou o detalhamento das chamadas (168383208) e que também cita o valor de 283 minutos, o que por si só, e pela segunda vez desmente a atendente que disse que era erro de impressão. Mas por curiosidade, e pra ter certeza do que eu tinha falado fiz questão de somar minuto por minuto da conta de telefone, e cheguei ao valor de 283. Ou seja, eu tinha razão, é um erro, e esse erro não é de impressão, é sistêmico e absurdo.

Eis que vem a minha cabeça idéias sobre o ocorrido. Esse mês foram 13 minutos a mais que vieram descritos, porém não foram cobrados. E quem me garante que o mês passado eu não usei apenas digamos... 250 minutos e fui cobrado por 270. Estava dentro do meu limite eu nunca ia desconfiar. E outra, quem me garante que o erro foi em 13 minutos, pode ter sido maior, 13 minutos é o que aparece em excedente ao meu plano.

O fato é que prova que algo errado aconteceu ou está acontecendo. Ontem 16/10 em conversa com uma supervisora, a mesma visualizou no sistema dela os 283 minutos... confirmou, mas argumentou que eu não tinha sido cobrado, e não achou a situação estranha. Sinceramente quem erra em 13 minutos pode errar em 130 ou 230... não pode?

Vou encaminhar copia desse post para a ouvidoria da Telefônica e para a ABNT é que certifica e aprova os sistemas de cobrança das ligações. Recebendo resposta eu atualizo o post.

Clique aqui e leia o post sobre o direito de pedir o detalhamento das chamadas locais gratuitamente.




blog comments powered by Disqus