quarta-feira, 19 de setembro de 2007

UOL = Absurdo

Estou tendo problemas de atendimento (absurdos) e problemas técnicos (ridículos) o que me motivou a relatar os fatos no meu antigo blog (http://gregori-pavan.blog.uol.com.br). Fui colocando uma série de post, "UOL = Desrespeito", "UOL = Humilhação", "UOL = Descaso", entre outros.

No dia 14 se setembro de 2007, dois dias depois da publicação do "UOL = Descaso", às 11:53:49 de acordo com o site de monitoramento Internet Seer, o meu blog saiu do ar. Apresentando o seguinte erro "403 Forbidden". Recebi esse alerta pelo outlook que normalmente fica aberto enquanto eu estou no computador. Segundos depois foi o WatchMouse. Imediatamente entrei no meu blog. E realmente estava fora do ar.

Imediatamente fiquei preocupado com os arquivos do blog, informações de quase 3 anos. Então entrei pelo site de postagem, para confirmar se a página tinha sido tirada do ar (mas os arquivos estavam guardados) ou se o blog havia sido deletado.

E tive a confirmação que eu não queria. O blog havia sido deletado! Posts, imagens, template... tudo.

Por alguns minutos fiquei sem reação com tamanha atitude desrespeitosa, medíocre, autoritária, ridícula e antiética. De certa maneira humilhante e vexatória.

Logo em seguida comecei a agir. Mandei um e-mail para um jornalista do caderno Link e pra outros cadernos do jornal O Estado de São Paulo (sprec@estado.com.br e consumi@estado.com.br), do qual anteriormente eu já havia entrado em contato fazendo reclamações do UOL. Liguei e mandei e-mail para a redação do Jornal da Tarde (advogado.jt@grupoestado.com.br). Mandei e-mail também para os jornais Agora São Paulo (defesaagora@uol.com.br) e Folha de São Paulo (cidedesua@uol.com.br).

Entrei no site de defesa do consumidor o Nuncamais.net. E complementei as reclamações que eu já tinha feito "UOL = Humilhação" e "UOL = Absurdo".

Também já tinha feito algumas reclamações no site Reclameaqui e atualizei. São essas "UOL = Desrespeito", "UOL = Humilhação", "UOL = Absurdo", "UOL = Ignorância" e "UOL = Será coincidência?".

Enviei e-mail para o UOL (diretorgeral@uol.com.br, sos@uol.com.br, equiperetorno@uol.com.br, ombudsmandouol@uol.com.br e faleconosco@uol.com.br) para saber o que é que estava acontecendo e o porque o meu blog foi apagado.

Isso já eram 17 horas. Enquanto aguardava ser enrolado por telefone pelo UOL. Tive a idéia de tentar republicar o blog e ver se voltava. Consegui.

Porém os arquivos, posts... nada voltou. No que eu fui tentar achar o template que eu tinha backup no pc, o que não demorou nem 60 segundos, dei um F5 na página e inacreditavelmente, tiram do ar de novamente e voltou a apresentar a mensagem "403 Forbidden".

Logo começaram as chegar as respostas dos e-mails enviados para o provedor. A primeira mensagem foi do Ombudsman do UOL:

"Prezado Gregori,
Esclarecemos que o blog foi removido pela área de segurança pois estava em desacordo com as regras de uso do serviço, sendo que a consulta é pública através do endereço abaixo: 
http://blog.uol.com.br/stc/regras_idx.html 
Esclarecemos que esta decisão não tem a relação com as dificuldades anteriores relatadas, que já foram resolvidas. 
Atenciosamente, Central de Relacionamento UOL"

Não entendi, alias entendi, pra mim estava mais do que claro que o que tinha acontecido tinha sido uma retaliação sorrateira das minhas reclamações fundadas e bem explicadas. E nunca achei que receberia tal desculpa medíocre. De qualquer maneira mantive a calma e retornei o e-mail querendo saber quais regras tinham sido quebradas.

Vinte e seis minutos depois recebi um e-mail do Diretor-Geral dizendo:

"Prezado Gregori,
Removemos o blog por quebra das seguintes regras:
 
- banners publicitários (havia banners de empresas no rodapé e do Itaú no topo);
- material calunioso;
- afirmações injuriosas ou difamatórias;

Ficamos à disposição.
Atenciosamente, Central de Relacionamento UOL"

Pensei, banners publicitários? Eu fazia questão de nem colocar o Google Adsense, porque achava que o site ficava poluído. Observei que se tratava do relógio do Banco Itaú. Relógio esse que eu tirei da própria página inicial do UOL e coloquei no meu blog na época do "Live Earth" porque o banco apoiava o evento e continuou no blog porque eu gostei. Mas eu não recebia nada pra ter aquele relógio no blog. E no rodapé tinha uns ícones minúsculos de algumas empresas das quais eu gosto (DELL, IBM...) e também não recebia nada por isso. 

O que eu mais fiquei espantado é com a acusação de "material calunioso, afirmações injuriosas ou difamação". Não entendi o porque! O matéria que tava no blog erra esse que esta nos post abaixo, na integra, como estava no blog. Tem alguma invenção, calunia, injuria ou difamação?

O que tem de mais falar que a "Excelentíssima Diretora de Relacionamento do UOL", Sra. Myrian Naime (mnaime@uolinc.com) falou comigo como se tivesse na feira. É verdade, pena que não tenho a ligação gravada. Aliás nem poderia ter gravado a ligação porque é ilegal. Mas o provedor tem a ligação gravada, pode pedir pra ouvir! Ela me ligou, começo e terminou a conversa em tom intimidador e desrespeitoso! E não foi só ela não, já falei com varias pessoas lá que se preocupam mais em assuntos não relacionados ao problema do que em trabalhar.

Não ta convencido ainda? Ligue pro provedor! Posso garantir que o que eu to relatando é a mais pura verdade. Tanto é verdade que o provedor apagou o meu blog. O que eu relato é apenas a verdade e o reconhecimento do trabalho do provedor UOL. De qualquer maneira aqui vai outra prova. Esse print screen é de um post do blog "Ombudsman do UOL" que relatava uma reclamação sobre atendimento no dia 04/09/07. E veja a indiscutível afirmação da minha querida Myrian Naime. Isso foi ela que disse, não sou eu que to dizendo. Tire suas próprias conclusões!

Mas continuei com a pulga atrás da orelha em relação a acusação de publicidade, jurava que já tinha visto vários blogs da própria redação e de convidados do UOL com banners publicitários. Fui atrás, adivinha?

http://cienciaemdia.zip.net

http://josimarmelo.blog.uol.com.br

http://marcelotas.blog.uol.com.br

http://teojose.zip.net

Esse ultimo e o do josimar nem com a imagem reduzida da pra deixar de notar. Deixo claro que eu não tenho nada contra esses blogs ou as pessoas que nele escrevem. E também é importante deixar claro que esse são apenas quatro, tem muitos outros.

Então enviei e-mail (quebraderegras@uol.com.br, sos@uol.com.br, equiperetorno@uol.com.br, ombudsmandouol@uol.com.br, diretorgeral@uol.com.br, lidiavital@uol.com.br e mnaime@uolinc) questionando o porque os próprios blogs da redação do UOL ou de seus convidados, estavam desrespeitando as regras.

Dia seguinte (17/09/07) recebo um e-mail do ombudsman em relação aos blogs citados dizendo:
"Os 'Blogs da Redação' estão dentro de diferentes estações e seguem o padrão publicitário do portal. O Blog do Téo José possui banner publicitário por ter contrato firmado com a Gerência de Parcerias."

Ou seja, faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço. Reforçando ainda mais a minha opinião de que as regras só valem quando eles querem e pra quem eles querem! O mais engraçado é ler no regulamento que não pode ter "publicidade" e o blog do Teo Jose tem até contrato de publicidade. Puxa!

Mandei e-mail também questionando o porque as regras só valem pra mim. E o que tinha acontecido com os arquivos do meu blog. Essas duas informações não foram respondidas pelo provedor! Estranho não?

Envie pedido de informação para o PROCON referente ao caso e recebi a resposta:

"Caro Gregori,
Entendemos que o seu contrato não poderia ter sido suspenso, sem que o fornecedor tivesse base legal para fazê-lo e o senhor tivesse sido previamente comunicado. Esclarecemos que de acordo com o inciso III, artigo 6º do Código de Defesa do Consumidor (Lei 8078/90), é direito básico do consumidor: "III - a INFORMAÇÃO adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre os riscos que apresentam".
Esse direito básico está previsto em outras disposições do mencionado Código. Caso o senhor não obtenha os devidos esclarecimentos sobre o ocorrido, junto ao próprio provedor, sugerimos que apresente cópia da documentação envolvida (os comprovantes que tiver sobre o caso) em um dos nossos canais de atendimento.
Cordialmente. Joyce T. Mesquita Pluskat, Atendimento Eletrônico"

Não é preciso dizer muito né? Acho que as informações são suficientes para provar que o provedor fez de propósito e porque quis. Mostrando exatamente o que ele é!

Achou que terminou por ai? Não terminou, aliás piorou. Aguarde o próximo post!

Tag: UOL no: e




3 comentários:

  1. Deixei de usar o UOL faz muito tempo, pois eles não conseguem fornecer nenhum serviço pelo qual valha a pena pagar!

    Quer dar uma "ajuda" ao UOL? Que tal escrever uma série sobre os serviços do UOL e mostrar as alternativas grátis e superiores que Google, Yahoo e demais possuem?

    Abração e boa sorte!

    ps: que bom q mudou o blog para o Blogger

    ResponderExcluir
  2. Puxa vida, que luta, hem!!!
    E concordo plenamente com vc! Até pq já passei situações constrangedoras com UOL, inclusive aquele fato que te contei, que o atendente me insultou ao telefone.

    Mas vc é bastante paciente e lutador! Ah, se todos fossem assim.

    ResponderExcluir
  3. Vc não tem o que fazer da sua vida não?

    ResponderExcluir

Para fazer um comentário, o leitor deve fornecer seu nome e endereço de e-mail. O conteúdo publicado neste espaço é público. Os comentários são de responsabilidade exclusiva do autor e não reflete necessariamente a opinião do dono do blog, seus associados e/ou prestadores de serviços.

O leitor pode optar por não preencher esses dados básicos, mas o moderador reserva-se no direito de não publicar ou retirar o comentário do ar. Não há manipulação, de nenhum tipo, no texto deixado pelo leitor. Todos os leitores que fizerem comentários, inserindo nome e e-mail ou não, terão o número do seu IP registrado.