quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Brasil passa a ter quatro operadoras móveis em cada área de prestação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) terminou, hoje, o primeiro dia de disputa dos 105 lotes da licitação do Edital 001/2007/SPV-ANATEL, que tem como objeto a expedição de Autorizações para Uso de Radiofreqüências na telefonia móvel. O ágio médio dos lotes disputados foi cerca de 40%.

A Oi passará a operar em todo o estado de São Paulo após ter adquirido o Lote 7. A Vivo, com o Lote 22 (estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte), operará em todo o Nordeste e, com os lotes 12 e 13, em Minas Gerais. A Claro obteve o Lote 16 (municípios de Londrina e Tamarana no Paraná) e o Lote 20 (estados do Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão e Roraima).

Com os lotes adquiridos, as prestadoras passarão a operar o Serviço Móvel Pessoal (SMP) em áreas nas quais não atuavam. Ao ser informado dos resultados do primeiro dia da licitação, o presidente da Anatel, Ronaldo Mota Sardenberg, afirmou que o Brasil atingiu a meta de ter, pelo menos, quatro grandes operadoras em cada área de prestação da telefonia móvel. Ele também disse estar satisfeito com os resultados obtidos na licitação, a primeira do SMP na sua gestão.

As propostas de preço continuarão a ser abertas amanhã, a partir das 9h, no Espaço Cultural Anatel (SAUS, Quadra 6, Bloco C, Brasília, DF). As adquirentes dos lotes poderão, se ainda não tiverem autorização para prestar o serviço, entrar no mercado da telefonia móvel, que conta com mais de 110 milhões de acessos em serviço. No caso de serem prestadoras do SMP, poderão ampliar a oferta de serviços prestados, com o aumento da banda.

Fonte: Anatel




blog comments powered by Disqus